terça-feira, 6 de setembro de 2016

QUAL A DIFERENÇA DE CONVERSAR COM UM PSICÓLOGO E COM UM AMIGO?

Muitas pessoas se perguntam como um psicólogo pode ajudá-las apenas "conversando", e isto é, inclusive, um questionamento que alguns pacientes me fizeram na primeira consulta. Então resolvi escrever um pouco acerca disso para clarear mais esse tema.



Conversar com um amigo é muito bom e saudável, ajuda a manter relações sociais, faz você sentir que pode confiar em alguém, auxilia a dividir o fardo dos problemas que você carrega. Mas estou falando de um amigo verdadeiro, aquele que aceita você, que fala sobre o que não concorda em suas atitudes, que te dá o ombro quando você precisa. Mas o amigo vai te dar a opinião dele, o amigo nem sempre vai concordar com você, o amigo pode (e geralmente vai) te julgar moralmente, por mais que seja uma amizade longa e estabelecida. Não que tais atos sejam ruins, tente pensar além dessa dualidade de bem e mau, mas é uma questão de atitudes humanas.


QUAL O DIFERENCIAL DO DIÁLOGO COM UM PSICÓLOGO?

Como eu disse anteriormente muitos acreditam que o psicólogo é um profissional que apenas "joga conversa fora" com o paciente. Isso é uma percepção completamente equivocada a respeito do trabalho do psicólogo. Primeiro porque o curso de Psicologia não é fácil, são pelo menos cinco anos para se formar, fora os cursos de aperfeiçoamento e extensão. O psicólogo estuda antropologia, filosofia, sociologia para entender as relações humanas, estuda desenvolvimento, psicologia infantil para entender os processos de aprendizagem, estuda neuroanatomia e neurofisiologia para entender como o cérebro funciona e como controla os processos fisiológicos, estuda diversas teorias psicológicas e psicopatologias para entender os desvios comportamentais e tratá-los. 

Além de todo esse estudo, o psicólogo, assim como todo profissional de saúde, tem que estar estudando constantemente para acompanhar os avanços da ciência e ampliar seu conhecimento. Geralmente os psicólogos fazem cursos de formação onde se aprofundam numa teoria específica, fora a pós-graduação que agrega novos conhecimentos e mestrados e doutorados. O bom psicólogo é um eterno estudante. 

Durante o atendimento o psicólogo aprende a fazer as perguntas certas, de modo a explorar o problema do paciente da melhor forma possível, de modo que ao mesmo tempo que está fazendo perguntas está pensando nas estratégias para tratar a situação, e está elaborando novas perguntas, tudo ao mesmo tempo! O psicólogo tem que pensar rápido e várias coisas ao mesmo tempo. Não existe uma receita de bolo, então as estratégias geralmente são criadas a partir do problema e da individualidade de cada paciente, apesar de existirem algumas que sejam comuns mas devem ser sempre adaptadas a cada situação. Logo o bom psicólogo é criativo e um excelente estrategista.

Ouvir relatos dos pacientes, a famosa "conversa" que os leigos chamam, não é uma tarefa simples. imagine você passar o dia inteiro escutando horas de diálogo, de sofrimento e dor, estórias pesadas, tristes, cheias de angústia. Ouvir isso durante o dia todo faz com que ao final do dia nosso corpo e nossa mente estejam fadigados. O psicólogo se treina para suportar esses conteúdos negativos, ele mesmo deve fazer terapia para não misturar seus problemas com os do paciente e aprender a lidar com esses conteúdos negativos. Logo, o psicólogo se torna o depósito de todo conteúdo negativo do paciente e deve saber lidar com isso para não carregar isso para casa e deixar que isso afete sua vida. 

Então meus amigos, podemos ver que não é fácil ser psicólogo. É, em nosso país uma profissão ainda cheia de estigmas, pois ainda existe no senso comum a ideia de que só quem vai para o psicólogo é "doido", quando na verdade o psicólogo pode atender pessoas com e sem transtornos mentais. A Psicologia tem uma importância enorme, porque ninguém está a salvo de passar por uma situação difícil, de desenvolver um problema psicológico ou um transtorno sério. Nem o próprio psicólogo. E ainda assim é uma profissão pouco valorizada. Entretanto o maior valor, pelo menos para mim é o bem estar dos meus pacientes, quando eles melhoram ou resolvem a situação que os levaram para o consultório e dizem o quanto fui importante para eles, para ajudá-los e compreendê-los. 







9 comentários:

  1. O seu texto nao responde exatamente o que seus pacientes perguntaram. Na verdade a pergunta não foi bem feita. deveria ser: Porque ir conversar com um psicologo e nao com um amigo?

    Sempre questionei isso com amigos psicólogos. Depois de muito tempo consegui entender algumas coisas: O amigo quer seu bem mas nao tem conhecimento suficiente para optar por tratamentos bons. Não que o amigo nao indique "opções" boas, mas pode não ser a melhor; O amigo nem sempre vai tratar/ajudar você com situações complicadas e vai tentar a menos dolorosa em vez de tratar mesmo a situação; o amigo já conhece o "paciente" e nao percebe alguns sinais por estar familiarizado.

    Muitas vezes quem está perguntando do porque ir ao psicologo consegue com seus próprios amigos "achar soluções" para os problemas. Como eu falei muitas vezes antes de entender o que o psicologo faz é que psicologo dava conselho, da mesma forma que um amigo também aconselha. Mas diferente do amigo, psicologo trata.

    É muito difícil o amigo "sair" da mente dele para tratar o outro sem q a a história vivida interfira no resultado.

    Talvez um texto explicando melhor essas diferenças seja melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Burno, fico contente com a sua crítica e com a sua dúvida. O texto explana como a formação do psicólogo é difícil e que o diálogo terapêutico com esse profissional é diferente de uma conversa com um amigo, pautada apenas no senso comum. Em nenhum momento eu digo que não se deve conversar com amigos, pelo contrário, uma coisa não exclui a outra, você pode conversar com seus amigos sobre seus problemas e tratar a mesma questão com seu psicólogo, mas a abordagem será completamente diferente. E nem todos os problemas precisam ser resolvidos no psicólogo, isto vai depender dos recursos pessoais e sociais de cada um. Até!

      Excluir
  2. Excelente texto Leonardo, confirmou minha vontade de me tornar psicólogo, profissão nobre que ajuda a melhorar a saude das pessoas
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  3. Excelente texto para compreendermos o diferencial, a resolver questões da vida.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Favor corrigir dualidade entre bem e mal. Ou bom e mau.
    Estória é conto de fadas.
    Então escreva história.
    Verifique os erros. Certa vez um conceituado médico deu uma palestra e escreveu e espontâneo com X expontâneo.
    O desastre foi que o erro tirou todo o brilho de sua palestra. E os comentários foram como pode errar o português dessa maneira. Ao se expor cuide para se comunicar da forma correta. Uma crítica construtiva. Pode apagar, mas por favor pelo bem de nossa imagem como profissional que tanto estuda, como bem o disse, não cometa erros primários. Isso depõe contra.
    José Luiz Menezes
    Psicólogo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Primeiramente obrigado pela visita. Segundo, porque apagaria seu comentário? Todos podem manifestar sua opinião, desde que de forma construtiva e não ofensiva. O objetivo do texto foi responder a esse questionamento comum de pessoas que não compreendem a atuação do psicólogo e acham que é a atuação profissional é uma simples conversa. Não criei dualidades, apenas deixei claro tanto a importância do atendimento psicológico como de ter laços sociais saudáveis. Justamente por primar pela minha profissão escrevi esse texto, para elucidar interpretações errôneas. O objetivo desse blog é tornar a Psicologia mais acessível e compreensível para pessoas leigas no assunto. Até!

      Excluir
  6. Fiz terapia por um ano, e só parei por falta de grana, e digo, o psicólogo não te julga e não te dá um caminho, ele te ensina a lidar com a sua vida, fazer as próprias escolhas e arcar com as consequências delas. Simplesmente maravilhoso!!!!! Obrigada!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o seu Blog. Saberes que nos são cobrados cotidianamente e precisam estar sendo aprimorados. Sua idéia desse espaço é formidável.
    Gostaria de conheceê-lo e conversar sobre outro trabalho. Um desefio. algo inédito e necessário numa cidade como Fortaleza
    Estamos unindo esforços,competências e dedicação para fazermos funcionar em março - possivelmente, o primeiro PRONTO ATENDIMENTO PSICOLOGICO - PA-PSI do Ceará. Será um PLANTÃO PSICOLOGICO 24 horas. Funcionaremos no Centro Integrado de Saúde Reinaldo Schimitt, uma clínica médica que está começando com 10 especialidades médicas em consultório e a Psicologia Clínica. Estamos formando turma para formação e ou capacitação em Intervenções de Emergência e Atendimento em Crise... Espero que o assunto lhe desperte interesse. Noss endereço é: Rua dom Sebastião Leme, 711, bairro de Fátima. Nosso telefone geral é 3227.0908 e meu celular, 99827.0277. somos abertos a pessoas empreendedoras e com saberes iguais à você.

    ResponderExcluir